GE demite 120 funcionários em Taubaté

A General Electric (GE) demitiu 120 funcionários da unidade de Taubaté (SP) na manhã desta terça-feira (7). Por nota, a empresa informou que a unidade passa por um processo de reestruturação. A multinacional emprega cerca de 1.100 funcionários na planta.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, os trabalhadores demitidos terão direito a um adicional de oito meses de plano de saúde, bônus extra de um a três salários, variando de acordo com o tempo de empresa, e Participação de Lucros e Resultados (PLR).

O sindicato informou ainda que durante o mês de fevereiro foram feitas paralisações e reuniões com a empresa na tentativa de evitar as demissões. No período, também foi aberto um Plano de Demissão Voluntária (PDV), mas a medida contou com baixa adesão. A entidade afirmou que a GE reivindicava a demissão de 240 pessoas.

Por nota, a GE informou que a empresa passa por um momento de reestruturação. "Temos estudado todas as alternativas possíveis para evitar medidas drásticas na unidade de Taubaté. Para garantir o futuro dos negócios, a unidade foi impactada pelo processo de restruturação", diz trecho. Além disso, a empresa reforçou que mantém o diálogo e a transparência co os funcionários.

Demissões

Desde que assumiu a unidade de negócios que pertencia à francesa Alstom, no ano passado, essa é a terceira vez que a americana GE demite trabalhadores em massa. Em abril de 2016 foram cortados 66 postos de trabalho. Em dezembro de 2015, uma semana após assumir a fábrica, a GE demitiu 40 funcionários.

Ler 563 vezes
Entre para postar comentários

banner WEB 368x390px

STYLOSHAIR

201904121132381

embracon2

Go to top