Gripe: Vacinação para doentes crônicos

Começa nesta segunda-feira, 18, mais uma etapa da campanha de vacinação contra a gripe em São Paulo. Agora, serão imunizadas pessoas com doenças crônicas e mulheres que deram à luz há menos de 45 dias. Na semana passada, os postos municipais vacinaram 1,032 milhão de crianças menores de 5 anos, idosos e gestantes - 40,4% do público-alvo.

Para receber a vacina gratuitamente, pessoas com doenças crônicas que não são atendidas no posto de saúde municipal devem levar um atestado médico com o Código Internacional de Doenças (CID-10), da Organização Mundial de Saúde (OMS), ou apresentar a receita de um médico que conste o medicamento de uso contínuo. Mães de bebês com até 45 dias devem portar a certidão de nascimento do filho, o cartão gestante ou uma declaração da maternidade onde ocorreu o parto.

Iniciado no dia 11, o programa foi antecipado por causa do surto de H1N1 e do aumento de mortes no Estado. O número de mortos subiu de 70 para 91 em uma semana, segundo balanço da Secretaria Estadual da Saúde divulgado nesta sexta-feira, 15. O índice é nove vezes superior a todos os casos registrados em 2015, quando houve dez mortes.

No sábado, 16, o secretário municipal da Saúde, Alexandre Padilha, orientou que as pessoas que fazem parte do público-alvo da campanha tentem se vacinar no fim da manhã ou à tarde, períodos considerados mais tranquilos. Nas 87 UBSs integradas a unidades da Assistência Médica Ambulatorial (AMA), o horário de funcionamento da sala de imunização é das 7 às 19 horas durante a semana e aos sábados. Nas demais UBSs é possível se vacinar só até as 17 horas.

Na próxima segunda-feira, 30, a campanha de vacinação contra a gripe entra na sua última fase, destinada à população em geral, mas os grupos de risco continuam tendo prioridade.

Ler 863 vezes
Entre para postar comentários

Clima

banner WEB 368x390px

STYLOSHAIR

TV Funvic Banner Slide 01

Go to top