Se saúde piorar o Vale volta ao alerta máximo a qualquer momento

Se saúde piorar o Vale volta ao alerta máximo a qualquer momento

Com alta de casos positivos de Covid-19 e queda no isolamento, o Vale deu nesta segunda-feira o passo mais arriscado desde o início da quarentena: reabrir atividades em meio à curva ascendente da doença, o que contraria recomendações sanitárias.

Países que flexibilizaram antes da taxa de contágio cair a menos de 1 -- critério para vencer a epidemia --, voltaram a endurecer, como a Inglaterra.

Em países que decidiram relaxar depois da epidemia estar sob controle, como Alemanha, França e Coreia do Sul, novos casos apareceram.

O anúncio da flexibilização da quarentena em São Paulo, que começou nesta segunda-feira, se dá em cenário preocupante.

Na quinta-feira dia 28, o estado  epicentro da doença no país -- passou de 6.000 mortes e se aproximou de 100 mil casos.

O Brasil registrou mais de 1.000 mortes em 24h pelo terceiro dia consecutivo, alcançando 438 mil infectados e 26,7 mil mortes. É o segundo país com o maior número de casos, atrás dos EUA.

Ler 110 vezes
Entre para postar comentários
Go to top