Médicos têm até esta quinta para se apresentar aos municípios

Profissionais com registro no país que se inscreveram no Programa Mais Médicos têm até hoje (14) para se apresentar nos municípios escolhidos.

O começo da atuação, de acordo com o Ministério da Saúde, deve ser estabelecido junto ao gestor local. Dados da pasta mostram que, até as 11h da última segunda-feira (10), 53% dos profissionais haviam comparecido ou iniciado as atividades nas localidades.

O programa recebeu 36.490 inscrições, preenchendo 98,7% (8.411 profissionais alocados) das 8.517 vagas disponibilizadas no edital.

Até o momento, estão abertas para as próximas etapas 106 vagas em 29 localidades. Na próxima segunda-feira (17), o ministério fará um balanço das vagas disponíveis, somando as desistências e as que não tiveram procura. Profissionais com registro no país terão nova chance para se inscrever e escolher os municípios disponíveis nos dias 18 e 19 de dezembro.

Formados no exterior

O prazo para que candidatos ao Mais Médicos formados no exterior (sem registro no Brasil) apresentem a documentação também vence hoje. O ministério exige, ao todo, 17 documentos – entre eles, o reconhecimento da instituição de ensino pela representação do país onde os profissionais obtiveram a formação.

A partir do próximo dia 20, brasileiros sem registro no país também poderão escolher vagas disponíveis no programa.

Próximas etapas:

Dias 11 a 14 – Profissionais formados no exterior enviam documentação para validação da inscrição.

Dia 14 – Último dia para os profissionais com registro no país inscritos no primeiro edital se apresentarem nos municípios.

Dia 17– Balanço das vagas disponíveis (soma desistências e não selecionadas).

Dia 18 e 19 – Os profissionais com registro no país escolhem os municípios disponíveis.

Dias 20 a 22 – Os médicos brasileiros formados no exterior e sem registro no país que tenham a inscrição previamente validada poderão escolher os municípios remanescentes.

Dias 26 a 28 – Os estrangeiros formados no exterior e sem registro no país poderão escolher as vagas remanescentes.

Em Pinda, reforma no Pronto-Socorro inclui melhoria no acesso ao atendimento

A reforma do Pronto-Socorro continua sendo realizada, atualmente na fase de finalização das obras do térreo, que passará a atender a população com espaço ampliado e melhor comodidade.

Nesta semana, as palmeiras “arecas” que compunham o jardim em frente ao PS foram transplantadas para o Parque da Cidade, e estão sendo replantadas próximo ao portal de entrada.

No local onde elas estavam, serão instaladas vagas para deficientes físicos e idosos, facilitando o trânsito e o acesso ao Pronto-Socorro e, assim, mostrando mais uma iniciativa de humanização no atendimento à população, que será a tônica do novo Pronto-Socorro.

“Essa é uma pequena ação, mas que tem um impacto muito grande na melhoria do atendimento à população que procura o Pronto-Socorro”, destacou o prefeito dr. Isael Domingues. “Instalaremos vagas para pessoas que têm necessidade de fazer uma parada rápida no Pronto-Socorro e, assim, vamos criar oportunidades para que as pessoas possam transitar melhor pela Rua Major José dos Santos Moreira, e ter acesso ao Pronto-Socorro”, explicou o prefeito.

Aproximadamente 15 mil pessoas utilizam o PS mensalmente, desta maneira, a reforma irá ampliar os serviços, adequar e organizar para um atendimento humanizado, com segurança e respeito à população.

A primeira fase da obra foi realizada no andar superior do prédio e a terceira e última etapa da reforma será na parte de trás do prédio, com prazo para conclusão ainda no primeiro trimestre de 2019.

De acordo com informações da Secretaria de Planejamento, a reforma engloba melhor alocação das salas, banheiros com acessibilidade, implantação de elevadores e nova pintura. Durante o andamento da obra, o funcionamento do Pronto-Socorro continua sendo realizado, sem prejuízos, apenas com adequações. A reforma trará mais conforto ao atendimento dos pacientes, pois as salas estarão mais arejadas e com mais privacidade, e as alas infantil e de emergência serão totalmente separadas da observação, proporcionando sobretudo, a humanização no serviço da saúde.

Prefeitura de Pinda prepara inauguração para a UPA em Moreira César

A Prefeitura de Pindamonhangaba está nos preparativos finais para a inauguração da UPA de Moreira César ainda neste mês. Desta forma, a partir desta quinta-feira (13), o Pronto Atendimento de Moreira César trabalhará com algumas limitações, pois após a inauguração, os atendimentos de urgência e emergência serão todos realizados apenas na UPA. 

Durante esta transição, nesta semana, serão realizadas a retirada dos equipamentos de raio-X e gerador central do PA de Moreira César e instalação na UPA, para a ligação da rede de oxigênio e testes de todos os equipamentos.

O SAMU de Pindamonhangaba e de Moreira César já foi oficiado com a solicitação de retaguarda e reforço para os atendimentos dos casos graves e acidentes, que deverão ser encaminhados, durante esses dias, diretamente para o Pronto-Socorro Municipal, até a inauguração da UPA de Moreira César.  

Taubaté terá novo endereço para agendamento de exames de raio-x e mamografia

Pacientes atendidos pela Rede Municipal de Saúde de Taubaté devem fazer o agendamento de exames de raio-x e mamografia em um novo endereço a partir da próxima segunda-feira, dia 17 de dezembro.

A empresa SPX Serviços de Imagem Ltda. passa a disponibilizar, a partir dessa data, uma central de agendamento na rua Silva Jardim, 166, bairro Jardim das Nações. Os agendamentos acontecem das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Além do atendimento presencial, a empresa mantém os serviços de agendamento por whatsapp (12) 99794-8410 e pelo telefone (12) 3608-2770.

Os exames continuam a ser realizados no laboratório da SPX localizado à rua Portugal, 222, Jardim das Nações.

LBV entrega enxovais a gestantes e mamães de baixa renda em São José dos Campos

Nesta quinta-feira, 6, concluíram-se as atividades do programa Cidadão-Bebê (PCB), promovido pela Legião da Boa Vontade (LBV) em favor de gestantes e mulheres com criança de até 3 anos de idade, em São José dos Campos (SP).

Vale lembrar que o PCB oferece uma série de serviços de convivência e fortalecimento de vínculos, voltados para mulheres de baixa renda. Após o período de participação nas oficinas socioassistenciais, as integrantes levam para a casa um kit de enxoval completo.

Atualmente, a Instituição atende 30 mulheres no Vale do Paraíba. No Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, o grupo compartilha experiências com profissionais voluntários, no sentido de buscar orientações necessárias para desempenhar, da melhor maneira possível, o papel da maternidade.

Por isso mesmo, em 2019 outras mamães poderão também contar com o imprescindível apoio da LBV, que dará continuidade na realização desse programa, cujo objetivo é garantir os direitos da gestante e do bebê.

Em São José dos Campos, o centro comunitário de Assistência Social da LBV está localizado na Avenida Manuel Vieira, 4219 – Residencial União. Para outras informações essa e outras atividades realizadas, ligue: (12) 3921-7225.

Jacareí recebe novos profissionais do programa “Mais Médicos”

Os médicos inscritos pelo programa ‘Mais Médicos’, do Governo Federal, já começaram a chegar no município.
Isso porque as 41 vagas disponibilizadas no edital do Ministério da Saúde foram preenchidas poucos dias após sua disponibilização. O próximo passo, segundo a Secretaria de Saúde, é a entrega de documentação para validação dos mesmos no sistema.

Até quarta-feira (28), 23 profissionais já haviam realizado a entrega da documentação e aguardam a validação dos mesmos para dar início aos trabalhos. Deste montante, três já estão realizando atendimento nas Unidades de Saúde do Parque Brasil, Parque Meia-Lua e Igarapés. O prazo para entrega de documentação, fixado pelo Governo Federal, é dia 14 de dezembro.

Segundo a pasta, a vinda destes médicos significa um avanço no sistema de saúde, uma vez que o município contava com 39 profissionais conveniados ao programa, que trabalhavam em 16 das 18 Unidades de Saúde que o município possui.

A médica Thais Lopes, clínica geral, iniciou suas atividades essa semana na Unidade de Saúde do Igarapés e já começou o atendimento. “Estou gostando muito de trabalhar aqui na unidade. Minha expectativa é de que cada vez mais a rede pública ofereça serviços de qualidade à população e fico muito feliz de fazer parte disso”, disse.

Enquanto a chegada dos profissionais acontece de forma gradual, o município contratou 10.264 consultas entre os meses de novembro e dezembro pelo sistema de credenciamento, para não haver reagendamentos de consultas previamente agendadas.

Para Silvana Helena, aposentada de 64 anos, o município só tem a ganhar. “Quanto mais médico de qualidade, melhor pra gente que usa o serviço”, explicou.

A expectativa, segundo a pasta, é de que na semana que vem os outros 20 profissionais já iniciem os atendimentos.

Secretaria de Saúde de Pinda continua campanha de vacinação contra a febre amarela

A Secretaria de Saúde de Pindamonhangaba, por meio do Departamento de Riscos e Agravos à Saúde - Vigilância Epidemiológica, disponibiliza mais um ponto de vacinação contra a febre amarela na cidade. A vacinação acontece nesta sexta-feira (30), na Praça Monsenhor Marcondes.

A vacinação contra a Febre Amarela será na sexta-feira (30), das 9 às 16 horas, na Praça Monsenhor Marcondes, reforçará a campanha nacional contra o Aedes aegypti que atua em diversos pontos de Pindamonhangaba contra a proliferação do mosquito. Já no sábado (1/12), a campanha estará com o "Fique Sabendo", no Shopping Pátio Pinda, das 13 às 20 horas.

Conforme informações do Departamento de Proteção a Riscos e Agravos à Saúde, o caso foi importado de Caraguatatuba, depois que um morador de Cunha contraiu a doença, na cidade do litoral. O homem passou alguns dias no Araretama foi encaminhado para a capital do estado para receber o tratamento, mas não resistiu.

De acordo com Ministério da Saúde, a febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores, e possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta) e urbano. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A febre amarela tem importância epidemiológica por sua gravidade clínica e potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti. E os sintomas são: febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

A Secretaria de Saúde da cidade realizou ainda no início de 2018, a campanha de vacinação contra a febre amarela em todos os postos da cidade. As pessoas que ainda não foram imunizadas podem procurar a unidade de saúde mais próxima para receber a dose de imunização. O diretor do Departamento de Proteção a Riscos e Agravos à Saúde, Rafael Lamana, explica que como este é um caso próximo a nós é importante manter-se imunizado, pois esta é a principal prevenção contra a doença.

CCR NovaDutra realiza último Estrada para Saúde de 2018 em Roseira

Os caminhoneiros que estiverem viajando pela rodovia Presidente Dutra entre os dias 28 (quarta) e 29 (quinta) deste mês poderão participar da última edição do programa “Estrada para a Saúde”, desenvolvido pelo Instituto CCR e realizado pela CCR NovaDutra com patrocínio da Mercedes-Benz. A atividade acontece no km 81,9, sentido Rio de Janeiro, no posto de serviços Arco Íris localizado em Roseira (SP), das 11h às 21h.

Durante a ação social, os caminhoneiros poderão realizar exames gratuitos de saúde, como aferição de pressão arterial, testes de colesterol, glicemia e visão, e contarão, também, com o corte de cabelo e vacinação. O Estrada para a Saúde tem as parcerias do Centro Educacional Futura de Pindamonhangaba e da Secretaria Municipal de Saúde de Roseira. Para orientar os motoristas sobre a ação, serão instaladas faixas na rodovia, além de informações nos Painéis de Mensagens Variáveis (PMV’s) e na programação da CCRFM 107,5.

“As ações mensais realizadas pela Concessionária dão a oportunidade para os caminhoneiros de realizarem exames preventivos para cuidar da saúde já que a maioria deles passa a maior parte do tempo na rodovia”, comentou Carla Fornasaro, gestora de Relações Institucionais e Meio Ambiente da CCR NovaDutra.

Até agora o Programa Estrada para a Saúde da CCR NovaDutra já atendeu mais de 1,5 mil (1.519) profissionais caminhoneiros. Desse total de atendimento, foram realizados cerca de 11 mil procedimentos (10.798) como aferição de pressão arterial, teste de colesterol, teste de glicemia, corte de cabelo ou barba, acuidade visual e risco cardíaco (que compõem o peso, altura e circunferência abdominal).

Sobre o Programa Estrada para a Saúde

Criado em 2001 pelo Grupo CCR, o Programa Estrada para a Saúde oferece gratuitamente aos caminhoneiros o trabalho de uma equipe de médicos, enfermeiros, profissionais e estudantes da área de Saúde para a realização de exames clínicos. Além disso, disponibiliza informações para melhorar o dia a dia ao volante e orientação sobre cuidados com a saúde.

Serviço

Programa Estrada para a Saúde

Dias: 28 e 29 de novembro

Horário: das 11h às 21h

Local: posto Arco Íris de Roseira – km 81,9 (sentido Rio de Janeiro)

Gratuito

 

Pinda: Vacina contra a febre amarela está disponível em todas as unidades de saúde

A Secretaria de Saúde de Pindamonhangaba, por meio do Departamento de Proteção aos Riscos e Agravos à Saúde, disponibiliza vacinas contra a febre amarela em todos os postos da cidade.

O alerta veio após um homem de Cunha ter estado no município por aproximadamente 5 dias no início do mês, com febre amarela, tempo mais que suficiente para abrir uma epidemia.

Segundo o Departamento de Proteção a Riscos e Agravos à Saúde, o caso foi importado de Caraguatatuba, depois que esse morador de Cunha contraiu a doença, na cidade litorânea. O homem passou alguns dias no Araretama, foi encaminhado para a capital do estado para receber o tratamento, mas não resistiu.

Conforme o Ministério da Saúde, a febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores, e possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta) e urbano.

O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A febre amarela tem importância epidemiológica por sua gravidade clínica e potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti. E os sintomas são: febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

A Secretaria de Saúde da cidade realizou ainda no início de 2018, a campanha de vacinação contra a febre amarela em todos os postos da cidade. As pessoas que ainda não foram imunizadas podem procurar a unidade de saúde mais próxima para receber a vacinação.

“Como este é um caso próximo a nós, é importante manter-se imunizado, pois esta é a principal prevenção contra a doença”, conta o diretor do Departamento de Proteção a Riscos e Agravos à Saúde, Rafael Lamana, destacando que Pinda está abaixo da meta de 50 de imunização.

A vacinação nas unidades de saúde acontece de segunda a sexta-feira das 8 às 11 horas e das 13 às 16 horas.

Go to top